The Show Must Go On

Tuesday, June 06, 2006

Amar e mudar as coisas...



A DANÇA!

Se eu sei dançar?
NÃO!

Sou como a Madonna nestes momentos: Express Yourself
Nem ligo se os outros dão risada, ou se meus passos são toscos, ou se não sei descer até o chão...hahahahahahaha....mas eu me acabo in a dancefloor!
Acho que é a melhor coisa!

Não sei, me sinto meio estranha ultimamente, sabe quando vc precisa se enclausurar um pouco, conhecer gente nova, fazer coisas diferentes?! Acho que todos passam por uma fase meio assim, mas a minha está durando um certo tempo!

Não sei mais o que quero, se o que quero é certo ou não, se eu quero mesmo alguma coisa!
Pergunto: A TPM faz isso com as mulheres?
Pq hj estou com um sentimento de : Ai que saco!
Sem vontade pra nada!

Ou seriam as energias deste dia dito como aniversário do Bel?! 06/06/06

Engraçado pois acabei de ver que em uma cidade dos Estados Unidos (sempre lá) chamada Hell eles fizeram uma Festa do Inferno!
Ok, admito que já tive minhas predileções por coisas meio satânicas, mas sempre tive medo!
Na verdade era aquela fase meio rebelde em que vc quer afrontar os ideias familiares (sendo minha família Católica, e eu não... na verdade, acredito em Deus, mas não da forma como somos ensinados na Igreja e tal... acho que não há uma religião a seguir).

Trocando de assunto...


Hoje conversei com um de meus melhores amigos a respeito de relacionamentos (já que meus ex têm se mostrado muito presentes) e sabem o que ele me disse?!

"Temos falhas, não somos perfeitos; todos temos momentos de carência, ainda que mal ou bem disfarçadas (...). Mas quem vai te convencer é o cara que surgir de repente. É nosso pensamento que nos faz assim, angustiados. (...) Somos todos os dias bombardeados com imagens de cópula, guaranás kwat, promiscuidades associadas a sucesso, mas sabe, que importa? O que importa? Todos queremos ser amados, seja pelos mesmos, seja por novos. "

É, acredito, desacredito, não quero acreditar...enfim...

Amar... ser amado...


Sunday, December 11, 2005

O Grande e Necessário Retorno

Depois de tantos momentos estranhos e confusos decorrentes neste ano, confesso que minha cabeça pareceu um tanto atordoada, confundi-me verozmente dentre tantas escolhas, mudanças, pessoas novas, situações novas e sentimentos.



Parando para realizar uma pequena análise:
* um dos maiores sonhos fora realizado
* um relacionamento de 4 anos terminou
* um novo grupo de amigos fez-me enxergar a vida como há muito não conseguia
* percebi que as pessoas podem ser mais cruéis do que imaginamos, e que elas não se preocuparão com o que você está fazendo, e sim se você está fazendo
* antigos amigos continuaram ao lado em momentos extremamente necessários e cruciais
* houveram muito momentos cruciais este ano, relacionados a família, hospitais, saídas a noite e escadarias
* antigos amores reapareceram e novo amor me deixou repleta de alegria, e ao mesmo tempo, totalmente confusa e perdida quando não consumada sua realização
* dica 1: noites de sono são muito importantes
* dica 2: não podemos nos preocupar tanto com as coisas
* dica 3: minha saúde emocional é repleta de falhas e isso me atinge de maneira quase fatal (estou reorganizando essa parte)
* dica 4: assistir filmes nacionais e filmes estrangeiros que quase ninguém conhece nas locadoras é realmente fascinante
* fazer um filme, além de ser estressante, é extasiante e maravilhoso
* os momentos tristes existem para que possamos aproveitar com mais entusiasmo os momentos alegres

Enfim, creio que como já são 01:10h do dia 12/12, e eu estou há quase 6 dias com 22 anos de idade, fico um pouco estranha! Sair da adolescência, enfrentar a realidade adulta, deparar-me com fatos nunca antes vivenciados e encará-los com naturalidade....well, the show must go on!

Stop, stand there where you are...